26/03/18 por Anna Carolina Oliveira

Saltou, voou e aterrissou 7,04 metros depois. Maurren Maggi foi a primeira brasileira a conquistar a medalha de ouro em um esporte individual - e conseguiu o lugar de destaque no pódio logo na primeira tentativa da prova. O feito nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, coroou a carreira de sucesso, mas que teve lá os seus momentos de turbulência, como nos jogos de Sydney, em 2000. A atleta era uma das favoritas a medalha de ouro, entre outros motivos pelo desempenho incrível em 1999, quando ficou conhecida pela melhor marca do mundo em salto a distância naquele ano. No entanto,por conta de uma lesão na coxa, teve que deixar a competição nas terras australianas.

Maurren precisou superar outro drama dois anos depois, quando um teste positivo de doping a afastou da pista - apesar da substância ter sido ingerida de forma involuntária pelo uso de um creme dermatológico. Quando a saltadora voltou para a batalha por uma medalha de ouro tinha 32 anos, uma filha pequena e ainda mais garra. Ela, aliás, deixou toda essa vontade registrada em uma carta que entregou para a sua treinadora minutos antes do seu grande momento olímpico. No papel, ela dizia “estou pronta” - e, de fato, estava.

#greatplacetowork #gptwmulher #gptw4all

Conteúdos relacionados: