26/05/15 por Casimiro Perez

Quando trabalhamos nossos serviços de consultoria e treinamento nas empresas, encontramos uma concepção comum sobre o conceito de liderança: que, para ser líder, é preciso ocupar um cargo de gestão ou ser responsável por uma equipe. 

Consultoria GPTW

Nossos treinamentos vão muito além de explicar o quê – mostram como fazer. O formato prático e vivencial permite que os fundamentos da cultura Giftwork® – aquela das Melhores Empresas – seja acessível para qualquer funcionário em qualquer empresa. Liderança pode (e deve) ser exercida por todos!

» Receber proposta

Essa ideia está errada. Aposto que você já viu alguns (vários) exemplos no trabalho de pessoas em cargos de liderança que são incapazes de praticá-la efetivamente. Daqui a pouco vamos entender melhor por que isso acontece.

Qualquer colaborador de uma empresa pode exercer a liderança. Líder é aquele que possui seguidores – ou seja, pessoas que são capazes de formar opinião, influenciar o ambiente à sua volta. Não é necessário ter uma legião de pessoas ou uma equipe para ser líder. O fato é que você provavelmente já pratica (pelo menos em algum momento) a liderança, seja no trabalho, nos estudos ou na vida pessoal. 

Nós costumamos dar um peso muito grande para a palavra “líder”, especialmente no mundo corporativo. A realidade é que ninguém nasce para ser líder. Existem pessoas com pré-disposição para liderança, mas no fim das contas ela nada mais é que uma competência e, assim sendo, pode ser desenvolvida, aprimorada e aprendida.

Como qualquer competência, a liderança pode ser decomposta em três principais elementos, o famoso CHA:

  • Conhecimento

Imagine você está ferido e necessita de ajuda urgentemente. Você pode escolher apenas uma entre 3 pessoas: um economista, um veterinário ou um botânico. Não há tempo para chamar mais ninguém. A quem você recorreria? Provavelmente, o veterinário, certo? Embora ele não tenha exatamente o conhecimento especializado que você precisa, será quem mais vai poder ajudar. 

O mesmo acontece quando nos deparamos com situações no trabalho para as quais ninguém está preparado, aquele que possui algum conhecimento relacionado à atividade naturalmente se destacam. E aquele chefe que veio de outro departamento e não entende nada da área que lidera (ou das pessoas que lidera); quantas vezes você viu essa história acabar mal?

Toda vez que você tem um conhecimento diferenciado das outras pessoas para uma situação, você tem uma ótima oportunidade de exercer liderança.

  • Habilidade

Voltemos à situação acima. Agora, suas escolhas são: um médico renomado com 20 anos de experiência ou um aluno do último ano de medicina. Só uma coisinha: o médico renomado por algum motivo perdeu o movimento dos braços. Mais uma vez, a escolha não é difícil.

Apenas o conhecimento pode não bastar. É preciso ser capaz de aplicar o conhecimento no mundo real. Vemos isso no trabalho quando temos um gestor com mestrado, doutorado, MBA, PhD, mas que nunca colocou a mão na massa. Muitas vezes, apenas com a experiência prática é possível entender como a teoria se aplica.

  • Atitude

O médico renomado recuperou os movimentos. Mas agora ele tem um trauma fortíssimo, e não consegue nem ver gente machucada que ele desmaia. Novamente, melhor ficar com o aluno, não? 

De nada adianta ter o conhecimento e a habilidade para uma função se você não quer fazê-la. Chamamos isso de atitude. Muitas empresas passaram a levar esse elemento em consideração na hora de procurar novos talentos. Em nosso segundo e-book do Guia GPTW, recomendamos ampliar um pouco mais esse conceito para ter melhores resultados na contratação, confira

Por isso é importante ter um bom ambiente de trabalho. Funcionários felizes produzem mais não por serem mais preparados ou terem mais experiência, mas sim porque são gratos e querem ajudar o lugar que trabalham dando o melhor de si.

Trabalhando esses três elementos é possível despertar e desenvolver a competência de liderar nas pessoas, sejam elas “chefes” de alguma coisa ou não. Ou até mesmo transformar um chefe ruim em um líder motivador. 

Aqui no Great Place to Work® procuramos desenvolver a competência para liderar em todos os colaboradores, independentes de área, função ou tempo de casa. Queremos ser uma empresa de líderes – ou seja, pessoas que têm conhecimento, sabem aplicá-lo e, acima de tudo, querem estar aqui – capazes de, assim, influenciar o ambiente à sua volta, aumentando, assim, a influência e eficiência da empresa como um todo, o que inevitavelmente se traduz em resultados.

Queremos, também, que todas as empresas sigam esse exemplo. Por isso, criamos o "Construa”, um treinamento de liderança para não gestores, capaz de despertar essa competência em qualquer colaborador, de qualquer empresa. Se você quiser saber mais sobre o Construa, entre em contato conosco.

E você, está pronto para liderar em sua vida?

Conteúdos Relacionados